O papel do pai na gravidez

Acho que nenhum dos homens é preparado para o papel de pai. Enquanto as meninas desde cedo tem suas brincadeiras voltadas para a criação de bebês e cuidado com a casa, nós, homens estamos mais preocupados com brincar de luta, ou até, esportes do que nos preparar para o futuro.

Além disto focamos em geral nos trabalhos práticos e pouco voltados para os afazeres domésticos ( coisa que só vamos nos tocar que precisamos realmente no futuro quando estivermos morando sozinhos ).

Por este motivo, talvez, seja tão difícil para nós tentar participar da gravidez de nossas esposas quando finalmente o bebê nos é anunciado.

A nossa esposa é sempre a que passará pela maior parte das transformações já que ela é a responsável por gerar e cuidar da evolução desta nova vida. A mãe por sua vez já começa este processo de relação com o bebê durante os nove meses em que ele leva para ser gestado ).

Mas nós pais  passamos também por um processo de transformações, que ao contrário do de nossas esposas/companheiras é diferente.  Neste momento é que é necessário para o homem entender e apoiar a muher, tentar ser presente e compreensível, pois as mulheres se tornam muito mais sensíveis. Tentar usar este momento para unir mais o casal e logicamente, conviver com as mudanças que virão a partir daí, já que é um estágio novo na vida a dois, que no fim se tornará uma vida a três.

Procurar participar mais da gravidez para evitar que ela se torne uma carga somente da mãe é muito importante. Infelizmente, para a maioria dos pais é complicado participar mais ativamente da gravidez, até pelo lado profissional, e, porque, infelizmente, a lei brasileira dá somente a mãe o período de folga para cuidar dos filhos.

Assim, é bom para o pai tentar pelo menos fazer isto que está abaixo :  

  • Participar das consultas médicas,
  • Participar dos Ultrasons,
  • Participar das decisões sobre o quartinho,
  • Participar das compras,
  • Dedicar um tempo as leituras sobre o tema,
  • Pesquisar sobre o que acontece com as mulheres durante a gravidez,
  • Elogiar,
  • Conversar com o bebê,
  • Ser paciente.
Todas estas ações vão fortalecer o vínculo entre pai e filho , ainda no útero da mãe e fortalecerão também o vínculo do casal.